V O L T E I !

Posted in Uncategorized on 4 de janeiro de 2013 by aperte o PRAY

IMG_20121227_143450

voltando depois de 1 ano!

Mais madura, na ativa COM JESUS!

terra seca?

Posted in Deus on 23 de fevereiro de 2011 by aperte o PRAY

indico: http://unidos-pelo-amor-de-cristo.blogspot.com/

paz!

A dor de uma alma partida.

Posted in Deus on 3 de dezembro de 2010 by aperte o PRAY

 

Uma alma escura que dissimuladamente aprisiona e aparta a fuga fácil. É uma neblina silenciosa que ofusca o sol e chama a escuridão. É a nuvem pesada que não honra hora nem respeita pessoa. Depressão, desencorajamento, desapontamento, dúvida… todos são companhias desta horrível presença.  Qualquer dor desorienta nossa vida. Ela faz com que ver a estrada seja difícil. Ofusque suas luzes. Limpe o pára-brisa. Diminua a velocidade. Faça o que você quiser nada ajuda. Quando se esta com essa dor, nossa visão é bloqueada e o dia de amanhã está longe para sempre. É como uma escuridão nos cobre, as palavras mais sérias de ajuda e de esperança são frases vagas.

Se você alguma vez foi traído por um amigo, você sabe o que eu quero dizer. Se você alguma vez foi abandonado pelo pai, molestado por aqueles que você acreditava que te amava, você viu, sentiu ou esta sentindo essa dor. Se você em algum momento foi enganado pelos seus pastores, se eles te fizeram de idiotas, te usurparam, se você alguma vez colocou uma pá com terra no caixão de uma pessoa amada ou manteve vigília ao lado de uma pessoa querida, você também reconhece esta dor.

Páro e penso como foi o ano de 2010, quanta coisa aconteceu, quanta dor eu encontrei, quantas feridas minha alma sentiu, e os noticiários? Quanta tragédia…tragédias nebulosas. Como elas cegam nossa visão e destróem nossos sonhos! Nos faz esquecer quaisquer expectativas grandiosas de alcançar o mundo, quaisquer planos de mudar a igreja ou a sociedade e qualquer aspirações de mover montanhas. Quero esquecer tudo. Quero apenas atravessar LOGO essa dor.

Eu já vi vários retratos clássicos de Cristo no jardim. Ajoelhado ao lado de uma pedra grande. Com uma toga branca como a neve. As mãos tranqüilamente dobradas em oração. Uma aparência de serenidade em Seu rosto. Uma auréola sobre Sua cabeça. Uma luz do céu iluminando Seu cabelo marrom dourado. Eu não sou artista, mas posso dizer uma coisa para você. O homem que pintou este quadro não usou o evangelho de Marcos como padrão. Olhe o que Marcos escreveu sobre aquela noite dolorosa.

Então foram para um lugar chamado Getsêmani, e Jesus disse aos seus discípulos: “Sentem-se aqui enquanto vou orar”. Levou consigo Pedro, Tiago e João, e começou a ficar aflito e angustiado. E lhes disse: “A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal. Fiquem aqui e vigiem”. Indo um pouco mais adiante, prostrou-se e orava para que, se possível, fosse afastada dele aquela hora. E dizia: Aba, Pai, tudo te é possível. Afasta de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres”. Então, voltou aos seus discípulos e os encontrou dormindo. “Simão”, ele disse a Pedro, “você está dormindo? Não pôde vigiar nem por uma hora? Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”. Mais uma vez ele se afastou e orou, repetindo as mesmas palavras. Quando voltou, de novo os encontrou dormindo, porque seus olhos estavam pesados. Eles não sabiam o que lhe dizer. Voltando pela terceira vez, ele lhes disse: “vocês ainda dormem e descansam? Basta! Chegou a hora! Eis que o Filho do homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores. Levantem-se e vamos! Aí vem aquele que me trai!” 1

 Olhe para aquelas frases. “A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal”. “Indo um pouco mais adiante, prostrou-se e orava”. Vemos um Jesus lutador, tenso e agonizante. Vemos “um homem de dores”. vemos um homem brigando com medo, lutando com compromissos, e ansiando por alívio.
Vemos Jesus sentindo a dor…o escritor de Hebreus escreveria mais tarde, Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte”.

Jesus está sofrendo. Jesus está na fase do medo. Jesus está encoberto, não em santidade, mas em humanidade.

Hoje eu vim trabalhar pensando nas minhas dores, nas minhas angustias, nos meus problemas, e comecei a lembrar de Jesus no jardim.
Deus se preocupa com nosso sofrimento. Jesus também foi traido, ele foi humilhado, diminuido, viveu momentos dificeis…Deus nunca foi mais humano do que nesta hora. Deus nunca esteve mais perto de nós do que quando Ele sofreu.

1Marcos 14:32-42
2Isaías 53:3
3Hebreus 5:7

Baseado em Max Lucado – Adaptado.

uma visão.

Posted in Deus on 24 de novembro de 2010 by aperte o PRAY

“Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”.
Salmos 91:2

– já aconteceram realmente coisas ruins com você?
você e Deus podem ter diferentes definições para a palavra ruim, sabia disso?

pais e filhos têm.

consulte a palavra ruim no dicionário de um estudante do 1º grau, e você lerá definições como “espinha no nariz”, ou “minha namorada me deixou”.

o pai, que já passou por isso, pensa diferente.
espinhas passam… namoradas também…

o que você e eu podemos avaliar como um desastre total, Deus pode avaliar como um problema no mesmo nível da espinha que passará. Ele vê sua vida como você vê um filme depois de ler o livro. quando algo ruim na cena acontece, parece que o ar do cinema foi sugado. todos ficam ofegantes com a crise na tela. você não. por quê? você leu o livro. você sabe como o mocinho sai da enrascada.

Deus vê sua vida com a mesma segurança. Ele não só leu sua história… ele a escreveu.

pára de drama amiga (o), isso passa!

beijos, beijos

Fer | contato.feer@gmail.com

Gn 37:6

Posted in Palavra, Uncategorized on 18 de novembro de 2010 by aperte o PRAY

e disse-lhes: ouvi, peço-vos, este sonho que tenho sonhado Gn 37:6

um dia desses eu sonhei acordada, sobre uma vida que insiste em passar longe de mim… sonhei com um coração movido de compaixão, a ponto de amar o próximo como a mim mesmo, independente do rótulo, pronta a dividir meu prato de comida e minhas roupas com o primeiro necessitado que encontrasse pela rua. sonhei com prostitutas, homossexuais, viciados e aidéticos que encontravam em meu olhar uma resposta dosada de misericórdia e juízo para suas vidas.

sonhei que me ocupava mais com o choro e o barulho das crianças do que com discussões tolas com os sábios, mestres, pastores e apóstolos donos da verdade do cristianismo; e que me agradava mais das críticas construtivas do que dos falsos elogios.

sonhei que a dor daquele que caminha sem esperança era a minha dor e que chorava ante a uma alma incrédula. sonhei ainda com uma vida desinteressada com as riquezas e bens desta terra, aproveitando cada oportunidade para ajuntar tesouros no céu. sonhei que aplicava cada centavo do meu dinheiro para que o Reino se espalhasse mais rapidamente pelo mundo e que as estatísticas missionárias não eram para mim só números, mas uma questão de vida ou morte eterna.

sonhei que chamava de amigo aquele que me traiu e que dava mais uma chance aquele que vacilou comigo quando eu mais precisava. sonhei que os montes e desertos a sós com Deus eram mais desejáveis do que os holofotes da multidão.Porém, acordei do meu “sonho acordado”e tentei entender com o que havia sonhado:eu sonhei que tinha um coração igual ao de Jesus.

E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 1 João 2:17

Fer | contato.feer@gmail.com

Eu tenho um sonho – Martin Luther King

Posted in Deus on 18 de outubro de 2010 by aperte o PRAY

Oi, eu sei que estou um pouco distante desse blog, mas hoje vim especialmente postar esse texto, o qual foi citado ontem, durante o culto.

Preste atenção!

“E eu lhes digo meus amigos: apesar das dificuldades que enfrentamos hoje e amanhã, eu ainda tenho um sonho. É um sonho enraizado no sonho americano. Eu tenho um sonho de que um dia esta nação se levantará e dará testemunho do verdadeiro significado do sua crença; nós conservamos estas verdades para que fique auto-evidente: que todos os homens foram criados iguais.

Eu tenho um sonho, que um dia sobre as colinas vermelhas da Geórgia os antigos donos de escravos serão capazes de assentarem-se juntos à mesa da irmandade. Eu tenho um sonho que um dia, mesmo o estado do Mississipi, sufocado pelo calor da injustiça, sufocado com o calor da opressão, será transformado em um oásis de liberdade e justiça.

Eu tenho um sonho: Que um dia esta nação se porá de pé e viverá o verdadeiro significado de sua crença: Nós conservamos esta verdade para ser auto-declarada, que todos os homens foram criados iguais. Eu tenho um sonho, e nele, meus quatro filhos pequenos viverão em uma nação em que não mais serão julgados pela cor de sua pele, mas pelo conteúdo de seus caráteres.”

Eu tenho um sonho hoje. Eu tenho um sonho de que um dia lá embaixo no Alabama com seus vícios racistas, com seu governador tendo em seus lábios palavras de interposição e nulificação, um dia bem ali no Alabama, os garotinhos negros e menininhas negras serão capazes de andar de mãos dadas com os garotinhos brancos e menininhas brancas como irmãs e irmãos. Eu tenho hoje este sonho.

Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé que eu me volto para o Sul. É com esta fé que nós seremos capazes de transformar a montanha do desespero em uma pedra de esperança. Com esta fé nós seremos capazes de trabalhar juntos, lutar juntos, para juntos ficarmos de pé pela liberdade, sabendo que um dia, nós seremos livres”

“Deixe a liberdade ressoar. Nos cumes das colinas prodigiosas do Novo Hampshire, deixe a liberdade ressoar. Nas montanhas poderosas de Nova York, deixe a liberdade ressoar. Nas elevações dos Alleghenies da Pensilvânia, deixe a liberdade ressoar. Mas não só isto; deixe a liberdade ressoar no Monte Stone da Geórgia. Deixe a liberdade ressoar em cada colina e até nos montículos de terra das toupeiras do Mississippi.

E quando isto acontecer, quando nós a deixarmos ressoar, vamos nos apressar para aquele dia quando nós, todos os filhos de Deus, homens pretos e homens brancos, judeus e pagãos, protestantes e católicos, seremos capazes de nos dar as mãos e cantar as palavras do velho negro espiritual:
“Livre por fim, livre por fim /
Graças ao Poderoso Deus / Por fim eu estou livre.”


Autoria do Sermão: Pastor Martin Luther King, Jr.
Local: Lincoln Memorial
Washington-DC/USA
1963

Tradução (parcial) de João Cruzué – para o Blog Olhar Cristão

‘‘O Senhor construiu templos a partir de ruínas… ’’ Max Lucado

Posted in Deus with tags on 24 de outubro de 2009 by aperte o PRAY

Onde não existe, o Senhor cria!

Você já se sentiu sozinho a ponto de começar a chorar? A ponto de pensar que ninguém se importa com você? Você sente que perdeu algo, ou que nunca ganhou nada? Conheço uma pessoa que perdeu o emprego, outra que perdeu uma causa na justiça, e mais outra que recentemente perdeu um filho. Parece que todos perdem algo, parece que outros ‘ganham’ demais.(a verdade é que estou escrevendo isso aqui pra eu mesma, pra que eu nunca me esqueça)

Mas Deus mesmo disse: ”Nunca o deixarei, nunca o abandonarei”’ (Hebreus 13:5). Isso serve pra mim e serve pra você.


Feeer Onde não existe, o Senhor cria!

Dúvidas | Perguntas: aperteopray@ymail.com

Fotolog: http://www.fotolog.com.br/aperteopray